Amantes Da Ferrovia

Apaixonados por trem

Estado começa a preparar terreno para receber ferrovia Vitória - Rio de Janeiro

Um trem de passageiros antigo, com carros de madeira e locomotiva a vapor, da Estrada de Ferro Leopoldina, partindo de Vitória - ES com destino ao Rio de Janeiro - RJ
 
O contrato de concessão da linha ferroviária do Rio de Janeiro - Campos -Vitória deverá estar assinado no segundo semestre de 2013, no período entre julho e setembro, de acordo com o cronograma do governo federal. A ferrovia fará a ligação do Espírito Santo com o Sudeste e as demais regiões do país.
A nova ligação, segundo o secretário estadual de Obras Públicas, Fábio Damasceno, “é de fundamental importância para a logística do Espírito Santo”. Pela ferrovia chegarão cargas de vários pontos do país para os terminais portuários instalados no Estado e também poderá ir para outras regiões as cargas desembarcadas no Espírito Santo.
Minério, produtos agrícolas (grãos principalmente), rochas ornamentais e cargas conteinerizadas deverão liderar a lista dos produtos que serão transportados pela ferrovia, explica o secretário.
Ele destaca que, além de garantir a ligação do Espírito Santo com a malha ferroviária do país, a linha férrea contribuirá para alavancar a economia dos municípios que serão cortados por ela ou terão proximidade.
Segundo Damasceno, há, dependendo do traçado, a possibilidade da construção de alguns ramais para interligar os municípios à estrada de ferro, gerando emprego e renda.
Além do transporte de cargas, o empreendimento viabilizará o transporte de passageiros de Vitória para o Rio de Janeiro e também para outros municípios da Região Sul do Estado, que será uma alternativa para quem usa o meio rodoviário.
O governo federal, lembra o secretário, está discutindo com a Vale a possibilidade de utilizar o projeto já pronto de um trecho da ferrovia. A mineradora tem aprovado e licenciado o projeto da Ferrovia Litorânea Sul, que vai de Vitória a Anchieta, até o Porto de Ubu.
De acordo com dados do Programa de Investimentos em Logística, anunciado pela presidente Dilma Rousseff, a ferrovia Espírito Santo-Rio de Janeiro está listada no grupo 2, que totaliza 7,4 mil km em extensão.
Conforme o cronograma divulgado pelo governo federal, os estudos de viabilidade deverão estar concluídos até fevereiro de 2013. As audiências públicas deverão ser realizadas ao longo de março.
Em maio do próximo ano, está prevista a publicação do edital licitatório e a concorrência deve ser acontecer em junho. A assinatura do contrato deverá ocorrer ainda em 2013, entre julho e setembro.
O programa do governo federal prevê investimentos de R$ 91 bilhões em ferrovias nos próximos 25 anos. De acordo com a Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), as concessionárias do setor deverão abrir, até 2014, pelo menos mais 7.100 vagas. Depois, quando deverão começar as obras, a projeção é de que sejam oferecidas mais de 3.500 vagas por ano.
Fonte: A Gazeta - ES

Exibições: 2269

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Comentário de Aloizio Barros de Souza em 27 março 2014 às 7:43

Tudo no mesmo. Esta linha foi entregue na Resolução 4.131 da ANTT pela FCA. Diversas reuniões já foram feitas e as prefeituras de Macaé e Campos tem projetos para colocar um VLT nas linhas dentro das cidades. Mas nada decola. Macaé chegou a comprar um composição para testes e está lá abandonada. Campos (vide Rosinha Garotinho) tem feito reuniões na ANTT para implantar o mesmo projeto de um VLT, mas quer que a FCA entregue a linha toda reformada... Duvido que a FCA faça isso. No mais é aguardar e ver no que vai dar. Com relação ao Porto do Açu, esqueçam no momento pois o projeto desandou com a quebra das empresas "X". Mais uma vez, uma linha da Leopoldina que poderia estar em atividade, se deteriora. Logo Campos que já foi sede de uma superintendência, a SR-8 da RFFSA, um importante centro econômico e industrial junto com Macaé, não têm mais uma ferrovia. Absurdo. Seria cômico se não fosse triste.

Comentário de Ênio Gomes da Silva em 26 março 2014 às 21:07
Comentário de Carlos Tadeu Mendonça Paiva em 26 março 2014 às 15:48

Pois é, continua tudo na mesma, trabalho ao lado da linha férrea Macaé-Campos é comum de vez em quando passar um auto de linha, só... e a linha continua se deteriorando...

Comentário de Aloizio Barros de Souza em 21 março 2014 às 18:50

Mais uma mentira do governo. O que vemos são as linhas abandonadas pela FCA e certamente serão em sua maioria erradicadas em breve. Tudo balela. Um projeto (um sonho melhor dizendo) que não saiu do papel.

Comentário de milton tavares cardoso em 20 março 2014 às 15:42

A idéia é genial, principalmente se cruzasse a baia como a ponte Rio-Niteroi, porq o encurtamento seria tremendo do q arrodear a baia de Guanabara. No caso eu viajando de Aracaju a Rio, utilizaria a via aérea até Vitória, dando uma pausa nas praias, p,ra daí seguir pela LEOPOLDINA ao Rio. E o Cacique, voltará depois dessa aí?

Comentário de Ênio Gomes da Silva em 20 março 2014 às 14:29

Para cargas somente ligando porto da Açu ao RJ

Comentário de osnir conrado de souza em 2 março 2014 às 11:39

estamos em 2014, alguem tem novidades sobre ferrovia rio x espirito santo?

Comentário de darliclei da silva badias em 20 setembro 2012 às 16:18

pelissímas fotos. oi galera quero desbafar com vcs, faço curso técnico de transporte ferroviário em uma das unidades da faetec e essa semana fui massacrado porter enviado alguns emails,incluindo para a ALERJ, denunciando a situação de abandono em que se encontra o colégio, nem aulas práticas tivemos, visitas técnicas foram poucas e noções de manutenção pior ainda. me chamaram na secretaria e o diretor ainda acha que eu deveria chegar até ele antes: foi oque eu mais fiz. É triste pois gosto tanto de trens e terei uma formação deficiente. opinem vcs acham que estou errado em querer da faetec uma formação digna e adequada?um abraço a todos.

Comentário de Ênio Gomes da Silva em 3 setembro 2012 às 21:25

Olha a Locomotiva DONDOCA lá no fundo 


A locomotiva 503 ("Dondoca"), nas oficinas da E.F. Leopoldina em Bicas (MG) no ano de 1975, data de sua fabricação.
Foto: Autor desconhecido



A "Dondoca" fotografada em 2004 em Campos (RJ), operada pela concessionária do trecho, a Ferrovia Centro-Atlântica. Repare na sigla FCA pintada na lateral da máquina.

http://ferroviasdobrasil.blogspot.com.br/2010_03_01_archive.html

Comentário de Ênio Gomes da Silva em 3 setembro 2012 às 21:19

esse foi aquele trem filmado pelo Carlos onde a FCA abandonou tudo que podia trazer para Praia Formosa inclusive o vagão restaurante RFFSA que aparece no video que foi todo cortado no massarico nas fotos do Lui

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2011_06_01_a...

Publicidade

Membros

Música

Carregando...

Últimas atividades

jaylin hovell postou um status
51 segundos atrás
Ícone do perfiljaylin hovell, juapel ebeyat, aalia badr e mais 22 pessoas entraram em Amantes Da Ferrovia
1 minuto atrás
colpletskoh postou um status
"http://www.ipmart-forum.com/entry.php?14445-HC-TV-Watch!-Vikings-Season-2-Episode-9-s02e09-Online-Streaming-Free"
3 minutos atrás
espn01 postou um status
5 minutos atrás

© 2014   Criado por Amantes da Ferrovia.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço