Amantes Da Ferrovia

Apaixonados por trem

(Alfredo Colenci Junior-Prof.Dr.)

             Dos colegas ferroviários e também veteranos, de José Colenci, ouvi, ainda menino, esta simples história que por sua picardia, cabe registro: 

             Conta-se que tão logo chegou e se instalou em Ladário, onde se situavam as novas oficinas de manutenção da Ferrovia Brasil-Bolívia, em sua folga José foi até o rio Paraguai, na primitiva Corumbá e pôs-se a pescar...Com surpresa, de pronto, fisgou um pintado de cerca de 40cm e de mais ou menos, um quilo, fato que lhe deu tanta alegria, pelo ineditismo que a ele representava, que fez com que ele saísse gritando e mostrando a todos sua conquista...Para os experimentados pescadores do local isso era tão corriqueiro, que sua atitude passou a ser motivo de riso, marcando por muito tempo essa ingenua passagem ...Seu trabalho em Ladário foi altamente produtivo e contribuiu para o fluxo dos trens que ligavam o Brasil a Bolivia, na sequencia da Estrada de Ferro Sorocabana, partindo de Baurú a Santa Cruz de la Sierra. Como todo o resto, este esforço pelo modal ferroviário se perdeu diante de interesses econômicos, onerando todas as perspectivas culturais e sociais que se iniciavam com esta integração...

Exibições: 87

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Publicidade

Membros

Música

Carregando...

© 2017   Criado por Amantes da Ferrovia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço